Curso Pratico e Sumarios

 Voltar Página Inicial

 

AULA Sumarios DATA
1

Apresentacao do plano de curso das aulas praticas. Definicao das normas de trabalho e segurança no laboratorio, frequencia das aulas praticas e elaboracao de um relatorio. Preenchimento das fichas individuais dos alunos. Microscopia optica. Constituicao do microscopio. Tipos de microscopios: fundamentos e aplicacao. Abertura numerica da objectiva e limite de resolucao. Utilizacao correcta do microscopio optico. Iluminacao de Köhler. Unidades de medida utilizadas em microscopia. Execucao de preparacoes temporarias, com montagem de material biologico (Kalanchoe) entre lamina e lamela.  1 Protocolo (alineas 1 e 2)

23.9 e 25.9.13

2 Observação de procariontes. Bactérias de iogurte (Streptococcus thermophillus e Lactobacillus bulgaricus). Coloração pelo Newman Lampert ou pela solução de Loffler. Observação de bactérias associadas ao epitélio da cavidade bucal. Utilização da objectiva de imersão. Diversidade celular.  2 Protocolo (alinea 1)

30.9 e 2.10.13

3 Estudo do sistema simbiótico Azolla filiculoides - Anabaena azollae. Observação de diversidade celular em preparações de lodo. Medições de células utilizando a ocular e objectiva micrométricas.   3 Protocolo (alineas 1, 2 e 3)

7.10 e 9.10.13

4

Observação da parede celular. Utilização do azul de toluidina e da dupla coloração verde iodo - carmim aluminado em secções do caule de Ruscus sp. (1 e 2). Observação de cutícula através da coloração com o Vermelho Sudão III e de cistólitos em Ficus elastica.    4 Protocolo (alineas 1, 2 e 3)

14.10 e 16.10.13

5

Matriz extracelular animal. Realização de coloração com azul de toluidina. Observação de preparações definitivas. 5 Protocolo

21.10 e 23.10.13
 

6 Observação de pontuações na epiderme do caule e folha de Dianthus sp. Indução de plasmólise e deplasmólise em células da epiderme interna duma escama do bolbo de Allium cepa. Coloração com vermelho neutro pelo método de irrigação. 6 Protocolo (alinea 1) e 7 Protocolo (alinea 1) 28.10 e 30.10.13
7

Vacúolo e inclusões vacuolares. Observação de cristais de oxalato de cálcio (ráfides) existentes nos vacúolos de células (idioblastos) da folha de Aloe vera. Observação de drusas em células da epiderme da sépala de Pelargonium sp. e em células da folha de Nerium olelander (1 e 2). Observação de criptas na face abaxial das folhas desta planta. Observação de cristais prismáticos em células da epiderme da escama externa do bolbo de Allium cepa. Observação de grãos de aleurona na semente de Ricinus communis corada pelo azul mercúrico de bromofenol.   8 Protocolo (alineas 1 e 3)

4.11 e 6.11.13
8

Observação de vacúolos corados em células da epiderme adaxial da pétala de Pelargonium sp. ou na base da pétala de Hibiscus sp., devido à presença de antocianinas. Utilização de hidróxido de sódio para identificação e explicação deste fenómeno. Observação e explicação dos movimentos de ciclose em células da folha da angiospermica aquática do género Elodea. Observação de cloroplastos com pirenóides em filamentos da alga verde do género Spirogyra. Caracterização histoquímica do amido e de proteínas e sua interpretação.   9 Protocolo

11.11 e 13.11.13
 

9 Observação de diferentes tipos de plastos através da realização de preparações temporárias de diversos tipos de material biológico. Observação de cloroplastos no mesófilo da folha duma angiospérmica e utilização da objectiva de imersão para observar os grana. Observação de leucoplastos na epiderme da página inferior da folha de Tradescantia zebrina. Observação de amiloplastos/grãos de amido nas células do tubérculo de Solanum tuberosum e no fruto (pseudobaga) da bananeira (Musa sp.). Coloração com Lugol para caracterizar histoquimicamente o amido. Observação de cromoplastos em células do fruto de Pyracantha sp..    10 Protocolo 18.11 e 20.11.13
10

Núcleo. Mitose e meiose. Observação de figuras de mitose em ápices radiculares de Allium cepa. Observação de figuras de meiose em preparações definitivas.   11 Protocolo (alineas 1, 2 e 4)

25.11 e 27.11.13
11

Princípios de funcionamento de microscopia electrónica de transmissão e de varrimento. Noções da preparação do material biológico para este tipo de microscópios.

 
12 Observação e discussão de imagens de microscopia electrónica de transmissão e de varrimento.  Obervação de vídeos relacionados com a matéria prática das aulas. Visita ao laboratório de Microscopia.  
13

Avaliação da componente prática

16.12 e 18.12.13

 

Referencias bibliograficas

CARRAPIÇO, F., 2004 - "Plastos". Apontamentos para as aulas práticas

FIGUEIREDO, A. C.; BARROSO, J.M.; PEDRO, L. M. & OLIVEIRA, M. M., 2005 - "Guia Prático de BIologia Celular". Univ. de Lisboa, FCUL, Ed. AEFCL. Lisboa. A ultima versao do Guia Pratico pode ser descarregada em http://cbv.fc.ul.pt/2013_Guia_Pratico_Biologia_Celular_Versao_OnLine.pdf

JONES, A., REED, R. e WEYERS, J., 1998 - "Pratical Skills in Biology". 2nd edition. Longman Scientific & Technical (ed), New York

 

MOLIST, P., POMBAL, M.A. & MEGIAS, M., 2011 - "Atlas de Histologia Vegetal y Animal". Dep. Biologia Funcional y Ciencias de la Salud, Facultad de Biologia, Universidad de Vigo. (http://webs.uvigo.es/mmegias/inicio.html)

 

 


 

Última alteração: 20 de Outubro 2013